Autoajuda

A história do cabelo

A partir de hoje, vou escrever sobre uma de minhas histórias pessoais que creio que vai ajudar muitas de vocês. A história do meu cabelo. Interessante não? Nunca imaginei que cabelo tivesse uma história, mas o meu tem, e ela tem tudo a ver com a Cristiane que você conhece hoje.

Eu fui a primeira filha em casa e por um ano e dois meses, a única. Eu tinha toda a atenção dos meus pais e os meus olhos azuis (que hoje são verdes) chamavam a atenção de todos. Meu pai era apaixonado pelo meu cabelo, que vivia em pé, como de um porco espinho, nem touca conseguia abaixá-lo. Eu era a alegria da casa até o dia em que minha irmã Vivi nasceu.

A Vivi nasceu com lábio leporino e tudo em casa mudou. Minha mãe vivia levando-a para tratamentos, médicos, e cirurgias enquanto eu tinha de ficar com a minha avó. Toda aquela atenção agora era da Vivi, só que de uma maneira bem diferente… não era pelos olhos, nem pelos cabelos dela, mas por ser vítima de um defeito físico que mudaria a vida de todos na família.

Crescemos juntas e muito apegadas uma à outra, mas diferentes, bem diferentes. Eu era a perfeitinha e a minha irmã não, e isso me doía muito. Odiava toda vez que alguém vinha me perguntar o que havia acontecido com os lábios dela; eu chegava a ser mal educada ao responder. Em casa brigávamos como cão e gato mas não conseguíamos ficar longe uma da outra; mas fora de casa, eu era a defensora dela. Cheguei ao ponto de ameaçar dar uma surra nuns garotos na escola, e por ser mais alta, fingia ser forte e má só para intimidá-los.

Só que nada que eu fazia para ajudá-la resolvia o seu problema. O defeito estava ali, bem no rosto dela. Eu vivia recebendo elogios de que era linda, só que ela não, e isso me fazia sentir mal. Não queria ser bonita, por isso cresci rejeitando todos aqueles elogios.

Não deixava o meu cabelo crescer de jeito algum.

Continuação na semana que vem.

 

Be Sociable, Share!

Cristiane Cardoso

facebooktwitter

Escritora dos livros 'Melhor do que Comprar Sapatos', 'A Mulher V', e 'Casamento Blindado'. Fundadora de 'Godllywood' e 'Projeto Raabe'. Apresentadora do programa 'Escola do Amor' na Rede Record aos sábados 12h.


112 respostas para “A história do cabelo”

  1. edilene Sousa chagas disse:

    Nossa que interessante essa história vou acompanha com bastante atenção.

  2. Sandra disse:

    Own…curiosa eu sou rsrsrs

  3. Liznael Souza disse:

    Hum fique curiosa….

  4. Lorrana disse:

    Como todas, também estou curiosa! =) Beijos

  5. Marcinha disse:

    Mal posso esperar para ver o próximo post!!!!A sra e uma bênção.

  6. Jaqueline disse:

    É a chamada culpa, né… A senhora se culpava discretamente e silenciosamente pelo ‘defeito’ da irmã. E apesar de brigar com ela, demonstrava que a amava por meio desse sacrifício doloroso e calado de se anular, ainda que ninguém lhe entendesse ou trouxesse a perfeição a ela.

  7. TATY disse:

    to curiosa!!!!

  8. Velkys - Tampa, Fl. disse:

    Ola Dona Cris..
    muito interesante a sua historia.
    Que Deus abençoe.
    Vou ficar aguardando :)

  9. Marcia Matias disse:

    Não as conheço pessoalmente, mas as duas são lindas.
    Esperando a continuaçaõ.

  10. anao Cris,vai deixar na curiosade mesmo? rsrsrsrssr

  11. noelia disse:

    hola señora cristiane yo soy de la iurd de la lanus oeste y queria decirle que yo estoy de novia y queria que me de un consejo como seguir porque mi novio es una persona que no va conmigo a la iurd los dias principales porque el trabaja y va solamente los domingos a la reunion del espiitu santo y no trata de cambiar porque se pone celoso por chicos de la iurd del grupo joven

  12. Agny Wiin disse:

    Que historia interessante… Eu tenho uma irmã mais velha e nós somos muito unidas, é triste ver que hoje em dia as irmãs não são mais assim, uma tem raiva e inveja da outra…
    Irei esperar uma semana para saber mais desse historia. ;DD

  13. Tamara Souza disse:

    Hammmm! Já acabou?! :( Não vejo a hora de chegar semana que vem ^^ . Tenho certeza que suas experiências vão ajudar muitas jovens assim como vêm me ajudando. Um carinhoso abraço!

  14. Larissa disse:

    Essa história com certeza vai ser muito boa,não vejo a hora de saber mais :)

  15. Aline Ferreira disse:

    Vou ficar na expectativa !

Deixe uma resposta