Faça silêncio

33 Comentários

04/04/2012 | Por: | Postado em: Sem categoria

Sempre que falamos de sentimentos logo dizemos, “não, a fé emotiva não funciona, temos que usar a fé inteligente, que provem da razão.”

Mas muitas vezes na pratica as coisas não funcionam assim, até mesmo porque nós as mulheres somos mais susceptíveis a usar as emoções.

Às vezes passamos por situações que o coração logo se enaltece e quer dominar a situação, e várias vezes nos deixamos levar por ele.

“Não é justo meu Deus, eu não merecia isto”; “Porque falou assim comigo, eu dou o melhor de mim e olha o que recebo em troca”; o coração quer dar seus motivos e que acreditemos que ele está com a razão e quanto mais atenção você lhe dá, mais alto ele vai gritar, ele sabe se fazer de vitima.

Até que despertamos e vemos que não podemos permitir que ele esteja no controle das nossas vidas, dominando desse jeito o nosso pensamento.

Podem ver que sempre que lhe damos ouvidos, sofremos, nos decepcionamos, tudo sai errado, sabemos muito bem disso na teoria, mas na hora da pratica temos dificuldade em reagir com rapidez e colocar um ponto final.

Porque fazemos isso com nós mesmas? Já lemos que o coração é enganoso, demasiadamente corrupto, ninguém o pode conhecer, mas na hora que acontece a situação ele nem precisa insistir muito e logo lhe damos ouvidos.

Temos que estar conscientes que a responsabilidade de fazê-lo calar é nossa, nós que decidimos nos submeter ao coração, às emoções ou agir pela razão, pela fé que nos abençoa e nos faz vencer.

Vamos determinar que nunca mais vamos deixar o coração fazer o que quer, quando ele quiser fazer ouvir a sua voz, vamos silenciá-lo, deixá-lo sem chance.

Isso também atrapalha muito a obra de Deus e o que Deus quer fazer através de nós, o diabo sabe disso e colabora com as emoções, não permita que seu coração lhe impeça ser usada por Deus.

Sabe quando a criança vai falar algo indevido e a mãe lhe coloca a mão na boca para que se cale, o mesmo vamos fazer com o coração, de outro modo ele vai nos fazer passar vergonha.

Se você já agiu pelo coração e lhe entregou o controle da situação, deixe o seu comentário, para ajudar outras pessoas.

Tânia Rubim

Visite o meu Blog: TaniaRubim

Siga-me no: Facebook e no Twitter

Adquira o livro “Escolhida para o Altar” aqui ou em formato e-book (para ler no computador)  aqui

Be Sociable, Share!

Tania Rubim

facebooktwitter

Tânia Rubim, autora do livro "Escolhida para o Altar"


33 respostas para “Faça silêncio”

  1. naama silva santos disse:

    Olá D. Tânia,

    Infelizmente já dei ouvidos a voz do coração sim, a ponto de colocar a minha salvação em risco, eu vi de perto oque é sofrer pelo coração e pela maldita emoção… Imagina perder o que tanto lutei e perder a única coisa que eu tenho razão para viver … É ouvir o coração me fez passar por essa situação, é isso que o coração faz, nós faz perder, sofrer e sermos frágeis, ele quer nos dominar… Por isso temos que ser VIOLENTAS contra o coração, temos que sufoca-lo a ponto dele não ter foz audível em nós …

    Na fé !!!

  2. vera disse:

    sim senhora dona tania muitas vezes dei ouvidos ao meu coracao ao inves de ouvir a voz da razao e me dei mal.mas depois q li isso percebi q Espirito Santo falando comigo.obrigada dona tania pela mensagem.

  3. Mayara disse:

    É verdade D. Tânia , muitas foram as vezes que eu dei ouvidos a voz do meu coração, é como a senhora disse,isso atrapalha e muito na obra de Deus, pois quando agimos com sentimentalismo não conseguimos enxergar as pessoas e as situações com os olhos espirituais e acabamos desagradando a Deus e deixando naquele momento de exalarmos o bom perfume do Senhor Jesus.
    Gostei muito desta mensagem , Deus abenóe grandiosamente a senhora…

  4. josineide disse:

    com certeza dona tania quando, agimos com o coracao geralmente tudo da errado o diabo e que fica satisfeito com a situacao , digo por esperiencia propria antigamente eu era muito emotiva e sofria muito com isso hoje e diferente aprendie a usar a fe racional .

  5. Gabriella Alves Recife-Pe disse:

    Já sim Dona Tânia,
    Agi com o coração e me dei muito mal,pois deixei ele controlar tanto a situação como também as atitudes que eu estava tomando, e a cada dia que se passava ficava pior.
    Mais um dia eu calei o meu coração e comecei a agir com a mente, então tudo começou a dar certo, então eu vi o quando eu tinha errado, e hoje eu sei que quando estiver em uma situação difícil eu vigiar e lutar contra o meu próprio coração e viver pela fé.
    Beijos, na Fé

  6. Andresa Irene - Recife/PE disse:

    d. Tânia eu já agir muito pelos conselhos do coração e só me dei mal, quebrei a cara. Eu era muito sentimentalista, um cristal, qualquer coisa que falassem de mim já me abalava, me deixava triste, me sentia injustiçada, e o diabo vivia batendo palmas pra tudo isto, mas eu comecei a observar que fazia o meu melhor na obra de Deus, mas minha vida não andava, eu era fiel, mas não era abençoada, até que descobri a raiz do problema, o sentimentalismo, coração aberto e mente fechada, decidi mudar, crescer, e aprendi que não importa o que pensam ou falam de mim, pois o próprio Deus disse “Eu sei que pensamento tenho sobre vos, pensamentos de bem e não de mal.”
    O diabo tentou me destruir com o sentimentalismo, a fragilidade, o estado de cristal absoluto, mas graças a Deus eu acordei a tempo, espero ter ajudado meninas…..Bjos*
    Estou amando este espaço, tem me ajudado e nos dado oportunidade de ajudar, que maravilha.

  7. Patri disse:

    Sra.Tânia, neste exato momento estava pedido uma resposta a Deus, e vim parar aqui, lendo esta mensagem, Ele falou comigo, pois diante de uma situação, e analisando a minha reação, foi exatamente isso que aconteceu: eu pensei estar vencendo o medo, sendo valente, mas na verdade quem falou mais alto foi o sentimento – me enganou. Mas pude ver claramente como uma oportunidade, pois somente quando isso se transparece diante dos nosso olhos é que podemos tomar a atitude de nunca mais nos deixarmos levar por impulsos.

  8. Rosana ~♥ disse:

    - Foram muitas as vezes em que segui o coração..é e como uma amiga acima disse..me senti envergonhada e decepcionada comigo mesma!!!
    D. Tania seu post me ajudou muito

  9. Amanda disse:

    Boa tarde dona Tania, e verdade quando nos deixamos nos levar pelo coração, sempre “quebramos a cara” pois aconteceu comigo, eu era obr e sai por ser levada pelo coração e comecei a namora… hoje graças a Deus eu estou de volta não na obra mas na igreja e em breve na obra..
    espero que as moças não se deixem se levadas pelo corção , pois e muito ruim, fica um vazio muito grande!!
    entao vamos pela fé!!
    Que Deus abençoe a senhora cada dia mas!!!

  10. Mariana Carvalho ( Ribeirão Preto - SP) disse:

    Olá Dna Tania, eu já agi muito pelo coração, era sentimental demais e por isso fiz várias escolhas erradas.
    Mas a partir do momento que mostrei ao meu coração quem é que manda ele não só se calou como obedece completamente a razão, descobri a arte de raciocinar… A decisão que tenho que tomar nem sempre agrada ao coração mas sei que é a correta só pelo simples fato dele reclamar!

    Deus abençoe a senhora a cada dia mais….

    Bjinhos, Maryh!

  11. Andressa Corrêa RJ disse:

    Eu por muitas vezes já agi pelo coração, consegui depois de muito tempo tomar o controle. Mas, Quem já não agiu pela voz do coração? É difícil até de dizer, comparamos o coração aos sentimentos porém, toda vez que não fazemos a vontade de Deus atendemos a vontade do nosso coração ! Com certeza, é uma eterna batalha.Não é facil, nem um pouco pois como a senhora citou, somos mulheres, o que dificulta um pouco ! mas quando andamos em comunhão com o Espirito de Deus, Ele mesmo nos ensina e nos ajuda a lutar contra isso!
    Deus abençoe a senhora ;)

  12. Vanessa disse:

    Muito forte essa mensagem… É a mais pura realidade. Quantas vezes agi com o coração, deixando o sentimento gritar e me envergonhar. São experiências com amigos, família, na obra e etc… Quando acontece imediatamente o enganoso coração quer falar através da nossa boca. Vamos usar a fé, confiar em Deus e calar a voz do coração… Esse é o caminho e sempre vão existir situações assim, mas é de fé em fé que vencemos. Obrigada pelo carinho e atenção que sempre nos dispõe. Que Deus as abençoe sempre mais e mais.

    Na fé e não na emoção!

  13. Christina Moura disse:

    Bom dia Tânia,
    sim várias vezes me deixo ser levada pelo coração, logo depois me sinto envergonhada e decepcionada comigo mesma. Ô luta. Não nego que não sei quando isso acabará, mas sigo tentando. Seu post foi importante e me ajudou muito.
    Abraço carinhoso.
    Chris/Acre

  14. Michelle Gonçalves disse:

    D. Tania,
    Vivi situaçoes de provas e muitas pressoes, e o coração nessa hora quer gritar, se defender das ”injustiças”…mas não me deixei dominar pelo meu coração, e travei uma luta interna contra meus sentimentos para manter-me com os olhos em Deus que tinha certeza que estava no controle da situação. Eu decidi não chorar por aquele motivo, era como se eu chorasse teria perdido a batalha para o meu coração, entäo me mantive firme contra ele, com isso o choro vinha até minha garganta e eu lutava pra não chorar e dizia pro meu coração que eu confiava em Deus…resultado, quase fiquei sem voz…mas com meu coracao limpo e meus olhos bons…já fazem muitos anos isso, e hoje colho os frutos da escolha que fiz de boicotá a voz do coracao.
    Na fé
    Michelle

  15. Michela disse:

    D. Tania eu ja agi com o coração várias vezes, eu era uma pessoa muito emotiva, chorava com qualquer coisa que me acontecia, era so me zangarem com a minha mãe que estava logo a chorar, e a pensar mal, como: o que fiz, porque zangão para mim toda hora, bastava eu discutir com meu namorado que começava logo a chorar, sentia muita pena de mim, mas decidi dar um basta nisso, comecei a orar a Deus para tirar todos esses sentimentos emoções, e graças a Deus, tenho visto resultados, ja não sou como dantes, agora tenho de fazer um grande esforço para chorar, rsrsrsrssr

    Dou glórias ao meu Senhor Jesus e salvador por me ter mudado.

    Que Deus abençoe a senhora e a sua familia.

Deixe uma resposta